terça-feira, 6 de junho de 2017

I.R.V - Parte 11 - Kay 1960




Kay guitars


História inicial (1890 - 1931)

A Kay Musical Instrument Company cresceu da Groeschel Mandolin Company (ou Groeshl Instrument Company) em Chicago, estabelecida em 1890. Em 1921, a empresa foi renomeada para Stromberg-Voisinet. Em 1923, o então presidente Henry Kay Kuhrmeyer juntou-se à empresa, e em 1928, com a ajuda de um investidor, comprou a empresa e começou a produzir guitarras elétricas e amplificadores.
 
A nova empresa, "Kay Musical Instruments", foi formalmente criada em 1931 com recursos de ativos da antiga empresa Stromberg-Voisinet.


 Era Kuhrmeyer  (1931 - 1955)

 Produziram uma grande variedade de instrumentos de cordas, incluindo violinos , violões, banjos , baixos verticais e uma variedade de diferentes tipos de violões e guitarras, incluindo violões clássicos, violões de aço, guitarras semi- acústicas e elétricas de corpo sólido . Alguns dos instrumentos de menor qualidade da Kay foram comercializados sob as marcas  Knox e Kent .
Além de fabricar instrumentos para venda sob suas próprias marcas, Kay também foi um fabricante prolífico de guitarras e instrumentos para outros fabricantes de instrumentos em Chicago e, às vezes, para grandes lojas de departamento, incluindo Sears e Montgomery Ward.
 
Kay também criou amplificadores de guitarra , começando com projetos transportados pela antiga empresa Stromberg. Kay eventualmente subcontratou sua produção de amplificadores para a sua rival  Valco em Chicago na década de 50.

Declínio na Era Katz (1955-1968)

Após a aposentadoria de Kuhrmeyer em 1955, a empresa foi assumida por Sidney M. Katz. A linha de produtos de Kay foi transferida para instrumentos musicais elétricos sobre demandas, e em 1964, a empresa mudou-se para uma nova fábrica em Elk Grove Village, Illinois . Em 1965, Katz vendeu a Kay para a Seeburg Corporation e tornou-se chefe da divisão de instrumentos musicais de Seeburg. Em 1967, Kay foi revendida e fundida com a Valco , mas dissolvida em 1968 devido a problemas financeiros. 
 

Ressurgimento (1969-presente)

Os ativos da Kay / Valco foram vendidos em leilão em 1969. As linhas baixas de guitarras e violões foram vendidas à Engelhardt-Link , uma nova empresa formada por um membro anterior da Valco, que continuou com a produção. Os importadores Teisco e Weiss Musical Instruments adquiriram a empresa e o nome Kay (e algumas de suas marcas registradas, como a Knox ), e colocaram o nome  Kay nos produtos Teisco até o final dos anos 70.
Em 1980, a AR Enterprises (Tony Blair) comprou a marca Kay.
 
Em 2008-2009, a Kay Guitar Company na Califórnia reeditou 12 modelos de violões e baixos vintages fabricados pela Fritz Brothers Guitars . A partir de 2013, a produção e as vendas dessas reedições de guitarras continuaram até os dias de hoje.
     
Kay fez modelos de guitarra para outras marcas como Silvertone para Sears, Sherwood e Airline para Montgomery Wards, Old Kraftsman para Spiegel, Custom Kraft para St. Louis Music, Truetone para Western Auto , Penncrest  Para JC Penney, etc...  Além disso a Kay produziu uma linha de guitarras acústicas archtop chamada Kamico.
A linha atual de Kay inclui guitarras acústicas, elétricas e de baixo preço, violões, banjos, ukuleles, mandolins e ressonadores de preço moderado. Eles também vendem a linha Chicago Blues de harmônicas (gaitas de boca) baratas.
  fonte : wikipédia (reeditado), 2017



 Bela história sem duvidas... Agora lhes apresento o não menos belo violão Kay Old Kraftsman (Spiegel) vintage, direto dos anos 60:









































































Continua em I.R.V - PARTE 12 (Click pra ler)








 

Nenhum comentário:

Postar um comentário