terça-feira, 4 de março de 2014

Seymour Duncan Hot Rails + Fender Mexico




Fender Stratocaster  Made in Mexico..  Quem nunca pensou em trocar os captadores dessas guitarras ??

A pergunta vale para quem ja teve o prazer de tocar uma Fender strato mexicana, pois quem ja ouviu o som sabe de que  estou falando.  Voltando ao passado e a fama, as guitarras stratocasters sempre tiveram o que podemos chamar de "som classico e caracteristico de stratocaster", um som limpo e um pouco estalado..  Enfim, o som classico e complexo de stratocaster Fender americana.

Com o passar dos anos, as  stratos vieram se modificando e muita coisa mudou na fabricação dos componentes gerais das guitarras, incluindo aqui o mais importante item além da madeira e ferragens, os captadores.


Os modelos mais tops da  marca Fender, vem buscando até hoje aquele timbre vintage nas suas guitarras.. O mesmo ja não acontece com outros modelos e variantes da mesma marca, como é o caso da Fender Made in Mexico...  Pois é um modelo que envolve uma produção com menor custo e um preço mais acessivel sem perder a qualidade da marca. Trocando em miudos...  É uma otima guitarra, porem a unica coisa que a difere dos modelos mais tops (para não dizer os mais caros) seria o numero de emendas no corpo e os captadores... 

Não vamos aqui  entrar em detalhes e comparações  entre guitarras Made in U.S.A / Made in Mexico.. Mas a grande diferença mesmo entre os modelos citados seria nos timbres; principalmente dos captadores. Pois os modelos americanos utilizam  o imã de alnico  e os captadores mexicanos utilizam o imã cerâmico.. Para simplificar ainda mais a explicação; as guitarras americanas tem um timbre mais brilhante e aberto, enquanto as guitarras mexicanas tem um som mais fechado e mais encorpado. Particularmente  eu adoro o timbre dos captadores mexicanos..

Muita gente compra os modelos mexicanos e posteriormente trocam os captadores por captadores americanos para  alcançar aquele timbre classico..  No meu caso não foi diferente. Porem como guitarrista base, eu adoro o timbre dos captadores meio e braço na minha Fender Mexico, é um timbre mais encorpado, não sou muito fã de captadores single coil, porem os singles mexico eu adoro, pois não tem aqueles agudos acentuados, eles tem um som mais aveludado..  Ja o captador da ponte tem um som com mais brilho e mais agudos..  Eu toco a maior parte do tempo com distorção, e os singles ficam muito legais usando uma distorção..

Quem acompanha meu Blog sabe que  eu só uso captadores humbucker na posição ponte nas minhas guitarras... E com a minha mexicana eu sentia aquela falta de "peso" de um  humbucker na ponte; apesar do som distorcido ser bacana com o captador single original, eu senti a necessidade de um som mais encorpado e com mais ganho para  as distorções... 

Solução :  Trocar o captador da ponte !!!


Depois de muito pesquisar eu cheguei a  conclusão e escolhi o  captador Hot Rails da Seymour Duncan..




Segue as descrições do fabricante:


Um dos captadores com maior ganho já construídos. Se trata de um captador humbucker em formato de single coil, se você deseja um som de single sem ruídos em sua guitarra esta é a escolha certa. As duas bobinas que formam o captador lhe garantem um som encorpado com incrível sustain, ou seja, um som cheio para quem toca heavy rock.
Este captador responde a todos os movimentos de sua palhetada.

Especificações:





  • Condutores: 4
  • Tipo de Elemento Magnético: Cerâmico
  • Estilos musicais: classic rock, garage, punk, heavy rock, thrash, classic metal e nu-metal
  • Saída: Alta
  • Resistência: 16.9k
  • Resposta de freqüência: Graves (5) Médios (7) Agudo (4)

  • Eis o mesmo, como chegou aqui :




    Fora da embalagem , para o teste com multimetro.



    O teste com multimetro:17,5 K de resistência




    Tudo certo..  então hora de instalar ...



    A guitarra estava com os trastes sujos, antes da desmontagem foi necessario polir os trastes, e deixar tudo OK.

    A fita é para proteger a escala  


    Primeiramente o traste é polido com lã de aço fina




    Depois a mini retifica faz um polimento mais esmerado..





    Eis que os trastes ficam bem polidos.



     Aqui a retirada da fita crepe da escala, e retirada dos parafusos do escudo...



    O escudo é virado, deixando a mostra as "entranhas" da guitarra...



    A eletrica original da Fender  Mexico :




      Note os captadores com 2 barras de imã cerâmico, responsavel pelo "timbrão" parrudo mexicano. A etiqueta com meu nome foi colada anteriormente em um check-up revisional.


    O captador foi retirado.. Agora o novo a ser instalado, e veio junto com o cap. um manual para instalar com varias possibilidades e tipos diferentes de ligações, bem maneiro...





    Como no caso eu queria  apenas o captador como humbucker, liguei direto o fio positivo ( preto nos captadores seymour ) na chave, branco e vermelho isolados e soldados juntos, e o fio verde junto com o malha, soldado na carcaça do potênciometro. Poderia também colocar um potênciometro push pull, ou ainda uma mini-chave on/on/on, como sugere o diagrama da seymour e fazer uma ligação deixando o captador em serie (funcionando plenamente como humbucker), splitado (funcionando como um single normal) ou em paralelo, funcionando como 2 singles juntos ..Bem interessante essa possibilidade e variedade de timbres :)









    Ficou bacana, agora só falta colocar as cordas e fazer os primeiros testes...



    O captador da ponte original Fender Mexico cerâmico.. 







    Agora a menina prontinha, com as cordas e esperando "O TESTE"




    PRIMEIRAS IMPRESSÕES :



    O captador se mostrou muito bacana, tem um som bem encorpado no clean, lembra um pouco um PAF de uma semi-acustica Jazz.

     Ja nas distorções o bixo fala bonito... Com um baita  ganho.

    Os graves são perfeitos, os medios também ficam na medida e os agudos estão lah, e tudo sem embolar soando em perfeita harmonia, mesmo com o ampli quase no ultimo volume.


    Depois de uma boa regulagem , a guitarra parece estar ainda melhor, e com um baita timbre, curti bastante.




    Assim que eu tiver um tempinho vou gravar um video mostrando o som dela para vocês.




    CONTINUA EM:













    2 comentários:

    1. Oi cara! E o capacitor, pensou em trocar por um de 500k?

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Fala Tiago, poderia sim trocar os potenciometros de 250 por 500K, mas preferi deixar a guitarra original. Os de 500 abririam um pouco mais o timbre, mas como gosto do som fechado e cheio optei pelo humbucker com 250, inclusive quando uso ele splitado já ficou bem claro o som, o de 500 o deixaria muito agudo para o meu gosto

        Excluir