terça-feira, 15 de novembro de 2011

ATO XII : Verdades na Cara

" Tenho receio de jogar - lhe algumas verdades na cara.  Vou acabar sendo agredido e nada vai mudar.
  Vamos fingir que esta tudo bem, e tudo sera mais feliz assim. Só não prometo que ficarei até a hora do jantar "

 





Nenhum comentário:

Postar um comentário